10 de janeiro de 2012 dicasSaúdeSem categoria
.
Hey flores do meu jardim que deixam o Pink Woman mais Fashion, tudo ótimo? 
Verão, Sol, Calor e o suor??? Hã? Suor??? 
Não é nada bonito sair por ai toda molhada né? Mas muita gente passa por esse probleminha, até eu mesma, as vezes aqui na cidade está um calor tão grande que pinga suor no corpo todo, transpiração mesmo(mas sem cheiro claro!!!) e além de não ser bom estar  com a aparência de ter corrido em maratona, a roupa molha e fica aquela sensação de sujeira e mal estar não é mesmo? Como as vezes é inevitável ficar assim em tempo de calor, nada melhor do que umas dicas para minimizar a situação,  mais ainda quando esse suor tem cheiro ruim e é bom tentar se manter mais seca, ótimas dicas para pessoas que sofrem com suor excessivo e com cheiro o ano todo, vamos nos jogar? 
7 perguntas com resposta para nos ajudar!!!
Talco substitui o desodorante num momento de emergência? 

Sim, mas depende da sudorese. “O talco pode ajudar a disfarçar o mau cheiro, que é provocado pelas bactérias presentes nas glândulas sudoríparas que metabolizam o suor”, explica a dermatologista Paula Cabral, da clínica Hagla, do Rio de Janeiro. A transpiração em si não tem odor. Mas só um desodorante com função antitranspirante é capaz de controlá-la. Mas cuidado: o uso de talco, soluções caseiras e perfumes nas axilas não são aconselháveis pelos médicos, porque podem comprometer a transpiração ou irritar a pele.

Algumas comidas podem piorar o cheiro do suor? 

Sim, alguns alimentos também influenciam no mau cheiro. Mas é um efeito transitório: dura o tempo necessário para a metabolização e eliminação das substâncias responsáveis pelo odor. “Os alimentos que mais causam esse efeito são os que contêm enxofre, como o alho e a cebola”, afirma a nutricionista Marília Ninot. O consumo excessivo de proteínas aumenta a produção de amônia, dando ao suor um cheiro mais intenso. Além disso, dietas com grande restrição de carboidratos também podem modificar os odores corporais. O metabolismo acelerado de gorduras produz substâncias chamadas corpos cetônicos, causadoras de um odor característico. “Esse processo também pode alterar o odor corporal de diabéticos”, completa a especialista. 

Dá para sentir o mau cheiro de longe quando o desodorante venceu? 

Em geral, sim. O odor varia de pessoa para pessoa. A dica é: se você está sentido o cheiro desagradável, então seu vizinho também está. Mas, muitas vezes, acostumamos com o nosso cheiro, então a segunda dica para evitar esta saia justa é reaplicar o desodorante ao longo do dia, principalmente se o trabalho for extenuante e a temperatura for elevada.

Transpiro demais. E agora? 

A transpiração é um processo natural do organismo, que tem o objetivo de regular a temperatura corporal. “A intensidade do suor varia de pessoa para pessoa e depende de vários fatores, entre eles sexo, dieta alimentar, estado de hidratação corporal, idade e número de glândulas sudoríparas em atividade. Além disso, obesidade, distúrbios psiquiátricos, hipertireoidismo, menopausa e situações estressantes, como entrevistas e testes, interferem no volume de sudorese. Já o excesso de transpiração, chamado hiperidrose, causa constrangimento e pede tratamento médico”, explica o endocrinologista Cyro Guimarães Junior, professor da Faculdade de Medicina da USP. Em alguns casos, o suor é excessivo nos momentos de ansiedade e estresse, mesmo quando a temperatura é bem baixa. Na hiperidrose, a sudorese se concentra mais nas mãos, axilas e pés. Para controlar o suor, é possível fazer uma cirurgia ou experimentar aplicações regulares de toxina botulínica nas áreas afetadas.  

Quem está acima do peso sua mais? 

Este pode ser um dos motivos. Quando o indivíduo tem sobrepeso ou é obeso, a transpiração será mais acentuada, pois a gordura é um isolante térmico. Mas a intensidade do suor depende de vários fatores, entre eles causas hormonais, dieta alimentar e pode ser até uma doença, a hiperidrose. A primeira medida é buscar um médico, que pode ser um endocrinologista. Quem sofre com o excesso de peso, precisa se preocupar com as assaduras. Segundo o endocrinologista Cyro Guimarães Junior, ao suarem mais sem fazer qualquer esforço físico, os obesos podem sofrer com as assaduras nas dobrinhas do corpo: debaixo do peito, nas axilas e, por atrito, as coxas são as regiões mais suscetíveis ao problema. Essas lesões, que ficam sempre úmidas, ainda podem ser um foco para a proliferação de bactérias ou fungos e dar origem ao odor e até à infecções. Para que isso não aconteça é preciso manter a pele sempre seca, tomar banho com sabonetes bactericidas, usar desodorantes que ajudam no controle da transpiração e, se aparecer áreas mais vermelhas que apresentam ardência, passar uma pomada à base de óxido de zinco para proteger o local.

Como evitar manchas de suor nas roupas ao longo do dia?

Além de usar um bom desodorante antitranspirante que regule a quantidade de suor, dê muito mais atenção a escolha das peças de roupas. Prefira peças de algodão, ou seja, feitas de fibras naturais. Os tecidos sintéticos, como o elastano e a elanca, não deixam a pele respirar, retêm o suor e dão mais chance para as bactérias entrarem em ação.

Durante o dia, privilegie roupas de cores claras e que não apertem as axilas. Evite também tecidos grossos ou pesados, pois eles impedem a transpiração eficaz. Não repita roupas usadas de maneira nenhuma e evite usar roupas de outras pessoas. 

Os pêlos ajudam a reduzir o suor? 

Não. Mas manter as axilas depiladas é uma medida importante para prolongar o efeito do desodorante. A pele lisinha ajuda a evaporar o suor e a diminuir o odor causado pelas bactérias, cuja proliferação é favorecida pela umidade retida nos pêlos. Vamos depilar meninas!            
Fonte: Minha Vida (msn) e google
Vamos cuidar bem do que é nosso né!? Nada melhor do que se sentir limpinha e cheirosa né?! Gostaram das dicas???
Jesus derrame bençãos na vida de cada uma!!!
Novidades do blog na barra rosa lateral, não perca!!!

Você também vai gostar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 Comments

This error message is only visible to WordPress admins

Error: admin-ajax.php test was not successful. Some features may not be available.

Please visit this page to troubleshoot.